PT-BA nega diálogo com União Brasil e descarta retirada da candidatura de Jerônimo
Foto: Igor Barreto / Bahia Notícias

Jerônimo Rodrigues (PT) é o candidato de Lula na Bahia e isso não vai mudar. Foi o que garantiu ao Bahia Notícias, em entrevista nesta sexta-feira (29), o coordenador da campanha petista Luiz Caetano, uma das lideranças do partido no estado. Segundo ele, o burburinho reflete o “desespero” da pré-candidatura de ACM Neto (UB).


“Isso é, na minha opinião, um fake, uma invenção construída por quem está desesperado, quem está sentindo que a campanha deles está murchando e a do adversário deles está crescendo. Isso é um absurdo. Hoje, o governador Rui Costa disse uma frase bonita: se está com medo, pra que veio?”, disparou Caetano.

 

De acordo com o novo coordenador da campanha de Jerônimo, a preocupação de ACM Neto deveria ser a candidatura do deputado federal João Roma (PL), também postulante ao governo do estado. Segundo Caetano, ambos estariam brigando pelo segundo lugar nas eleições.

 

“Se preocupe lá com Roma, porque quem comanda o PT somos nós, quem comanda a campanha de Jerônimo somos nós. É Jerônimo, é o governador Rui Costa, é [o senador Jaques] Wagner, [o senador] Otto [Alencar], [vereador de Salvador] Geraldo [Junior], todos nós que estamos juntos. Lugar de chorar é no pé do caboclo!”, afirmou Caetano.


Mais cedo, o presidente estadual do PT, Éden Valadares, também negou que haja algum diálogo do partido no estado com o União Brasil, independentemente dos interesses do ex-presidente Lula na retirada da candidatura de Luciano Bivar (UB) à presidência da República.

 

"Não há nenhum diálogo do PT Bahia com o União Brasil. Zero. Não sei quem passou essa informação para o Sr. Bivar, mas quem o fez está mentindo. Se o UB está dialogando com o PT, não é o Partido dos Trabalhadores, mas sim a Perda Total que deve ser o destino deles nas urnas", disse Éden, em nota.