O delegado da Polícia Civil de Campo Formoso (BA), drº Rogério Menezes, se manifestou nesta terça-feira (19) sobre a prisão do autor do homicídio cometido contra o jovem Lucas Felipe de Santana Viana, 29 anos, fato ocorrido no domingo (17), nas dependências do Clube Juá, centro da cidade.

Em entrevista ao 98 Notícias, o chefe local da Polícia Civil disse que o autor do crime é um homem de iniciais de E.J.S., cerca de 30 anos, e foi preso em flagrante na própria residência, no condomínio Minha Casa, Minha Vida em Campo Formoso, por volta das 17h da segunda-feira (18). “A gente contou com a colaboração da população para chegar ao autoria do criminoso (…) Ele já esperava que a polícia podia bater à porta dele a qualquer momento”, comentou o policial após detalhar os procedimentos da investigação do caso.

A prisão foi efetuada por agentes da Polícia Civil de Campo Formoso (BA) e de Senhor do Bonfim (BA).

O delgado disse também que foram descartadas as suspeitas de crime por homofobia e latrocínio, que é o roubo seguido de morte.”Quanto a latrocínio está descartado, quanto à questão de homofobia a gente estava trabalhando também, porém a linha mais cristalizada é ocultação de execução de outro delito”, declarou.

Ainda segundo o delegado Rogério, o autor do crime havia esfaqueado outra pessoa no sábado (16), durante a feira livre de Campo Formoso, e essa tentativa de homicídio teria sido denunciada à PM por Lucas, o que motivou o criminoso a se vingar no dia seguinte.

Em consequência disso teria sido a prisão dele [do autor]. E por enquanto, até então, a motivação mais forte a agente qualificou como motivo fútil, motivo torpe, emboscada e a ocultação da execução de outro delito [sic]”, afirmou.

Na delegacia, o assassino disse que já conhecia Lucas algum tempo. “Segundo o autor, eles já se conheciam em outras oportunidades”, comentou o delegao Robério.

A  Polícia Civl sinalizou também que vai ouvir a vítima  esfaqueada no sábado para reforçar a denúncia contra o assassino de Lucas.

O autor do crime foi levado para o Conjunto Penal de  Juazeiro (BA).

O homicídio repercurtiu nas redes sociais e foi destaque também em grandes veículos de rádio, TV e sites de notícias de Salvador (BA).

Redação do site da 98 FM