Após o TSE barrar, Renan Calheiros desiste de adiar a candidatura de Tebet
Foto: Agência Senado

O senador Renan Calheiros (MDB-AL), um dos principais líderes da ala lulista do partido, desistiu de tentar barrar a oficialização da candidatura de Simone Tebet (MDB-MS) ao Palácio do Planalto, de acordo com o Metrópoles. A decisão vem após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negar o pedido de adiamento da convenção do MDB.

 

A interlocutores, Renan admitiu nesta terça-feira (26) não haver mais nada a ser feito após o presidente do TSE, ministro Edson Fachin, rejeitar o pedido para adiar a convenção que oficializará a candidatura de Tebet (relembre aqui).

 

A solicitação havia sido protocolada por Hugo Caju, aliado de longa data de Renan. O emedebista pediu ao TSE para adiar a convenção, marcada para acontecer de forma virtual nesta quarta-feira (27).

 

Ainda nesta terça, houve a desistência da candidatura da primeira opção de vice da chapa de Tebet, o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE). Com isso, o nome da senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) ganhou força para o cargo (veja aqui).

 

A parlamentar chegou a afirmar que possui interesse em integrar a chapa de Tebet e que aceitaria o convite, caso a pré-candidata a convide oficialmente (veja aqui).