Reprodução/Rede Sociais


Foi destaque a nível estadual o rompimento do prefeito de Ponto Novo, Thiago Gilleno (PSD), com a base do governador Rui Costa (PT) para aderir ao projeto do pré-candidato ao governo da Bahia ACM Neto (DEM).

A decisão do médico/prefeito pegou muita gente de surpresa, mas o fato já não era mais novidade nos bastidores, tendo em vista que sua insatisfação com o governo petista era nítida. Fontes deste site relevaram que as ‘ameaças’ de rompimento aconteciam a meses com direito até a chilique em gabinetes da capital,Diferente do vice-prefeito Adelson Carneiro (PSD), que, conhecido pela sua personalidade e decisão, optou por continuar na base do governo sem discrição, figuras políticas de Ponto Novo estão tendo que ‘engolir seco’ e ocupar palanques contra o pré-candidato do PT. Algumas delas têm atuação histórica no partido, o que deve doer ainda mais.

 

Para matar a saudade

Mesmo temendo as retaliações do “todo poderoso chefão”, algumas dessas lideranças participaram do PGP realizado em Jacobina no dia 09 de julho. De forma discreta, fugindo das fotos e stories, até um pouco escondidos, mas estavam lá. Deve ter sido para matar a saudade.  

webinterativa