Dona de hotel tenta defender marido e acaba morta a golpes de extintor e vaso

Um hóspede de um hotel matou a dona do estabelecimento utilizando um extintor de incêndio e um vaso, objetos que foram usados para acertar a cabeça da vítima, identificada como Maria José Antunes, de 64 anos. O caso aconteceu na noite de segunda-feira (6), na cidade de Orlândia, no interior de São Paulo.

O suposto agressor, Eduardo Teixeira Mendes, de 41 anos, se desentendeu com o esposo de Maria José e utilizou um pedaço de madeira para acertar o braço dele. Não foi informado o motivo da briga.

A empresária ao ver a cena, tentou defender o marido, mas acabou levando um chute do hóspede, o que fez com que ela se desequilibrasse e caísse. Com a vítima no chão, o homem pegou um vaso decorativo e um extintor para golpear a cabeça dela. A mulher chegou a ser socorrida para uma unidade de saúde, mas não resistiu aos ferimentos.

Após o crime, o homem correu em direção a um dos quartos do hotel onde se trancou até a chegada de uma guarnição policial. Ele foi preso em flagrante e deve responder por homicídio qualificado por motivo fútil e meio cruel. Já pela agressão do marido da empresária, ele pode ser indiciado por lesão corporal.

O marido de Maria José teve apenas ferimentos no braço esquerdo e permaneceu sob observação médica até prestar depoimento à polícia.

BNEWS