A Polícia Civil prendeu na terça-feira (10) um homem, de 30 anos, em Nova Friburgo, na região serrana do Rio de Janeiro. Ele é suspeito de manter um aposentado, que sofre de transtornos mentais, em cárcere privado e agredi-lo. Segundo a polícia, ele ainda filmava os ataques, publicava na internet e cobrava pelo acesso ao conteúdo. As informações são do G1.

O homem foi detido em flagrante e a Justiça converteu em preventiva. Na quarta-feira (11), ele foi transferido para um presídio no Rio de Janeiro.

O aposentado, que é natural da Bahia, conheceu o suspeito por meio das redes sociais e foi morar na região serrana.

A Polícia Civil informou que o homem tinha 14 mil seguidores na plataforma de vídeos. Os próprios internautas relataram o caso para os familiares do aposentado.

“Foi a família da vítima que teve ciência, através de usuários da internet, de que estavam sendo publicados vídeos com o autor agredindo a vítima, mantendo ela alcoolizada. E a própria família, portanto, mandou para o whatsapp da delegacia essa informação, e, a partir de então, nós começamos a fazer uma série de diligências”, disse o delegado Henrique Pessoa.

Além das agressões, o homem também sacou R$ 4 mil sem o consentimento do idoso.

Depois da prisão do suspeito, o aposentado foi encaminhado para a sua cidade natal, Senhor do Bonfim (BA).

A Polícia Civil informou que o homem pode responder por cárcere privado, agressão e furto.

Cleber Veira