Repórter e editor da Globo em Brasília, Gabriel Luiz foi esfaqueado na porta de casa no Setor Sudoeste do Distrito Federal na noite desta quinta-feira (14). O jornalista de 28 anos foi atingido com um corte no pescoço, no abdômen, no tórax e na perna. Segundo informações da Polícia Militar do Distrito Federal, dois homens são suspeitos de atacarem o profissional. A motivação do crime ainda é desconhecida.

Câmeras de segurança registraram o momento em que o repórter é perseguido pelos supostos criminosos, mas sem notar a presença deles. De acordo com o G1, Gabriel Luiz foi atingido em diversas partes do corpo e foi levado para o Hospital de Base do Distrito Federal, onde está internado em estado grave, mas estável.

.Na manhã desta sexta-feira (15), o ataque ao funcionário da Globo foi noticiado no Bom Dia Brasil. "Notícia terrível. Acordamos com essa notícia hoje aqui em Brasília, o que realmente deixa todos profundamente tristes", disse o apresentador Julio Mosquera para Chico Pinheiro.


O jornalístico informou que Gabriel Luiz pediu ajuda a vizinhos após os ataques e foi socorrido inicialmente por eles. "Peritos fizeram análises no local do ataque. A carteira foi encontrada, mas o celular está desaparecido", acrescentou Mosquera.


O comunicador também leu para o público o texto institucional da emissora sobre o crime. "A Globo lamenta profundamente o ocorrido. Está aguardando as investigações da polícia e prestando toda a ajuda ao nosso repórter e aos familiares. A Globo repudia veementemente todas as formas de violência e espera que o caso seja esclarecido o mais rapidamente possível".


Nas redes sociais, colegas de profissão prestaram solidariedade ao repórter de Brasília.


Fonte: Terra