A 'cantoria', os aparecimentos repentinos dos grilos e até a quantidade de insetos está tirando a paciência e o sono de muita gente em Irecê e região.

"A gente mata um, aparece dez, é um tormento", diz Eliene Pereira, moradora do bairro Copirecê. A invasão dos insetos acontece com maior intensidade em bairros onde há terrenos baldios.

Segundo biólogos, as condições climáticas ajudaram no aparecimento maior dos insetos, que deve diminuir apenas com a chegada do tempo mais frio no estado.
 Fonte: Irecê Repórter