Reporução/Em Foco

O secretário de Transportes da cidade de João Dourado, Marcos Oliveira, morreu nesta sexta-feira (18) após ser vítima de um latrocínio na região da Ceasa, em Simões Filho. A Prefeitura da cidade decretou luto oficial de três dias no município.

O caso ocorreu durante uma tentativa de assalto a um carro-forte, no início da tarde, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), onde o secretário estava na companhia do vereador Marcos Cardoso (Marcos Paraná) (PL), quando foi abordado por quatro homens armados a bordo de um outro veículo, que deram voz de assalto.

Em nota, a Polícia Militar informou que uma equipe da 49ª CIPM foi acionada para o local a respeito de uma tentativa de roubo a um carro-forte, onde foi constatado que um veículo atravessou na frente do carro de valores e efetuou disparos contra os seguranças, que revidaram.

Ainda conforme a PM, os criminosos fugiram em direção a um matagal. O dinheiro não foi levado e nenhum vigilante foi ferido

Em seguida, os militares foram informados que durante a ocorrência dois homens que transitavam no local em um veículo modelo Pajero foram feitos reféns pelos suspeitos, que desceram do veículo e atiraram, alvejando um deles no pescoço e foi socorrido para a UPA de Simões Filho, onde foi constatado o óbito. Guarnições da unidade realizaram buscas na região, mas os suspeitos não foram localizados.

A Prefeitura Municipal de João Dourado decretou luto oficial de três dias no município.

“Luto oficial no Município de João Dourado – Bahia, pelo período de 03 (três) dias, contados a partir da data de edição deste Decreto, em sinal de respeito e pesar pelo falecimento do Secretário Municipal de Transporte, SR. MARCOS OLIVEIRA, que, em vida, prestou inestimáveis serviços a este município”.

Outra situaçção

Em 2017, Marcos Oliveira e Marcos Paraná foram feitos reféns em um sequestro que durou mais de 4 horas, num povoado do município de Barra do Mendes, que fica a cerca de 100 km de João Dourado.

Á época, fontes ligadas ao BNews, afirmara que os dois estavam na estrada da Descoberta, no carro do vereador, quando foram abordados por dois bandidos armados com pistolas, que chegaram em um veículo. As vítimas ficaram de cabeça baixa o tempo todo e não viram o rosto dos criminosos.  Eles foram levados para um cativeiro, onde ficaram por algum tempo.