Articulador de Wagner no governo Rui, Caetano diz que candidato do PT não é prioridade
Foto: Joilson Cesar / Ag. Haack / Bahia Notícias

O secretário de Relações Institucionais do estado, Luiz Caetano (PT), minimizou a desistência do senador Jaques Wagner para ser o candidato do partido ao governo da Bahia, anunciada nesta segunda-feira (28) (relembre aqui).

 

Tido como o principal articulador de Wagner na gestão de Rui (veja aqui), o ex-deputado chegou a ser cogitado para substituir o ex-governador na cabeça de chapa, mas disse que o nome escolhido surgirá de um consenso entre o grupo governista, formado por membros do PSD, PP, PCdoB, PSB e Avante.

 

"Não acredito que a prioridade seja a escolha de um nome do PT. Pelo contrário, é essencial e indispensável que a decisão seja consensual entre os integrantes da nossa coalizão vitoriosa. Enxergo que, com a retirada da candidatura natural do senador Wagner, por questões pessoais, o nome mais forte é o do também senador Otto Alencar. Esse ponto de vista, por sinal, é o mesmo que tem sido externado pelo ex-presidente Lula", afirmou o secretário Luiz Caetano.