Apontado como responsável por ataque à sede do Porta dos Fundos é extraditado da Rússia
Foto: Reprodução / TV Globo

O  empresário Eduardo Fauzi, que é acusado de integrar o grupo que jogou coquetéis molotov na fachada da produtora Porta dos Fundos, em Botafogo, na Zona Sul do Rio, foi extraditado da Rússia para o Brasil nesta quinta-feira (3).

 

Em meio a guerra entre o país e a Ucrânia, Fauzi deixou Moscou conduzido por policiais brasileiros que atuam na Interpol. Ele ficará preso no presídio de Benfica no Rio de Janeiro. A informação foi confirmada e divulgada pelo Portal G1.

 

RELEMBRE O CASO

Eduardo Fauzi foi preso pela Interpol em setembro de 2020. O ataque contra a produtora aconteceu em dezembro de 2019. Os investigadores afirmam que cinco pessoas participaram do crime e que o empresário foi o único que fugiu com o rosto descoberto.