O temporal que atingiu a cidade de Petrópolis, na região serrana do Rio de Janeiro, nessa terça-feira (15/02/2022), causou mais de 180 deslizamentos e matou ao menos 38 pessoas, segundo atualizada da Defesa Civil do município divulgada por volta das 9h. 

O número de vítimas cresce a cada atualização feita pelas autoridades nesta manhã, O cenário é de guerra na cidade. A prefeitura decretou estado de calamidade pública. Foram seis horas de chuva. Em três horas, o volume já superava a previsão para todo o mês de fevereiro. A força da água arrastou carros. Uma cachoeira se formou nas ruas. A Defesa Civil recebeu ao menos 263 chamados de pessoas que moram nos locais atingidos. As buscas por vítimas continuam.A tragédia se repete 11 anos depois. Moradores de Petrópolis informaram que o atendimento médico na cidade está caótico. Nessa terça, todas as sirenes foram acionadas, alertando os residentes das áreas de risco. A subida para Petrópolis foi interditada por causa de queda de barreira na BR-040, Em vídeos que circulam pelas redes sociais, é possível ver o terror e o rastro de destruição deixados pela chuva.