O nome do senador Jaques Wagner (PT-BA) para a disputa da sucessão do governo estadual deste ano ganhou mais um reforço neste sábado (26). É que a secretária nacional de Movimentos Populares do PT, Lucinha Barbosa, pré-candidata a uma cadeira na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), reforçou a necessidade da união em torno da disputa eleitoral com o senador na cabeça de chapa. “É uma demanda da militância petista e dos aliados. Vamos atuar no partido para que o PT tenha sua candidatura para manter o projeto de sociedade e garantir direitos ao povo que mais precisa”, declara a ex-secretária estadual de Reparação e Política para Mulheres.

 

A luta por direitos tem garantido um desenvolvimento das minorias e de grupos historicamente esquecidos pelo governo. De acordo com Lucinha, são quase 16 anos dedicados à reparação, direitos humanos e às políticas públicas de inclusão e de desenvolvimento do campo. “A Bahia é referência nacional em inúmeras áreas e sabemos da importância de manter esse projeto que ajuda o povo. E todos nós sabemos que Wagner é o nome que agrega a base política, e Rui é o governador que precisa concluir seu mandato e retribuir o gesto que Wagner fez anteriormente”, completa.

 

Lucinha também defende a reeleição do senador Otto Alencar (PSD-BA) devido ao trabalho que o político tem realizado no Congresso Nacional e a defesa às pautas encabeçadas pelo PT contra o governo Bolsonaro. “É um dos senadores mais ativos do país e um defensor das minorias e do projeto implementado aqui no nosso estado. Além de ser um dos grandes aliados do ex-presidente Lula e do ex-governador Wagner. Vamos lutar no PT para termos essa candidatura e seguir mudando a vida de quem mais precisa”, finaliza a petista.


Ascom do deputado federal Valmir Assunção