Duas mulheres e um homem tiveram os mandados de prisão preventiva cumpridos pela Delegacia de Homicídios (DH) de Juazeiro, nesta quinta-feira (24). O trio é investigado por envolvimento na morte de Tiago Lopes da Silva, de 29 anos, ocorrida no último dia 18, na Rua Morãozinho, bairro Penha.

As investigações indicam que uma das mulheres, que é ex-companheira de Tiago e tem um filho de dois anos com ele, participou ativamente do crime. Ela foi ao encontro da vítima para levar a criança para visitá-lo e deixou a porta da casa aberta, para os executores entrarem. Tiago foi morto com disparos de arma de fogo. 

Conforme explicou o titular da DH/Juazeiro, delegado Thiago Pessoa, a motivação do crime seriam as ameaças que a vítima estaria fazendo às duas mulheres. “Ele não queria que a ex andasse com essa amiga, que pertencia a um grupo rival ligado ao tráfico”, pontuou.

“Também foi apurado que as mulheres receberam uma quantidade de drogas pela participação no homicídio”, acrescentou o delegado. Com o cumprimento das ordens de prisão, o trio encontra-se custodiado na especializada, à disposição da Vara Criminal.

Da Redação RedeGN