O senador Otto Alencar (PSD-BA) disse, nesta sexta-feira (11), em conversa com o Portal M! que a pauta do Senado Federal este ano será impactada pelas eleições e pela pandemia. 

“Eleições de dois em dois anos vai prejudicar o país muito e vai matar a credibilidade dos políticos no Brasil”, afirmou. “Nós tivemos eleições em 2020 e, de 2021 para cá, só se fala na sucessão do presidente, governadores e senadores”, afirmou. 

Otto disse que o aumento de casos de Covid tem prejudicado o andamento de alguns projetos e requerimentos na Casa. Ele, por exemplo, programava apresentar, na segunda-feira (14), um requerimento para que os presidentes do Banco do Brasil e do Nordeste expliquem na Casa a migração de contratos de micro e pequenas empresas que forma feitos com juros de 3% ao ano e que mudaram para 11% ao ano, mas suspendeu a ação por conta da alta de casos na capital federal. 

 “A conselho do presidente do Senado eu tive que suspender isso para não expor as pessoas. Há casos de Covid em meu gabinete e na Casa. Brasília tem hoje o maior foco de transmissão da doença”, pontuou ao lamentar que a vacinação ainda não é defendida pelo presidente do país.