Dos 500 mil que não tomaram dose de reforço contra Covid-19, onze são vereadores, indica sistema da SMS
Foto: Reginaldo Ipê / CMS

Onze vereadores da Câmara Municipal de Salvador (CMS) ainda não tomaram a terceira dose da vacina contra a Covid-19. Os parlamentares integram a lista dos mais de 530 mil soteropolitanos que não buscaram o reforço, apesar de estarem habilitados.

 

Um levantamento do Bahia Notícias junto ao sistema da Secretaria Secretaria Municipal de Saúde (SMS), até às 18h desta quinta-feira (3), os vereadores e vereadoras Alberto Braga (REP), Augusto Vasconcelos (PCdoB), Daniel Alves (PSDB), Débora Santana (Avante), George Gordinho da Favela (PSL), Henrique Carballal (PDT), Joceval Rodrigues (Cidadania), Laina Crisóstomo (PSOL), Paulo Magalhães Júnior (DEM), Sandro Bahiense (Patriota) e Sidninho (Podemos) não tinham procurado a estratégia de vacinação da prefeitura.

 

Dois dos vereadores têm a terceira dose autorizada há mais de 30 dias: Débora Santana, que poderia ir até um dos postos montados pela SMS desde 01/12/2022, e Bahiense, que tem a dose de reforço permitida desde 29/11/2022. 

 

Para atender o mais de meio milhão de atrasados, a pasta municipal da Saúde prepara um mutirão nesta sexta-feira (4). O público-alvo será os faltosos com 18 anos ou mais, ampliando a atual cobertura, que atualmente representa cerca de 38% dos habitantes da capital (confira aqui).

 

Quarenta e três parlamentares integram o quadro de eleitos pela população para a Câmara Municipal. Desde número, dois não têm nenhum registro de vacinação no banco de informações da gestão municipal sobre a imunização contra a Covid-19, Tiago Ferreira (PT) e Dr. José Antônio (PTB). 

 

Os dois foram consultados pela reportagem, mas apenas a equipe do petista respondeu sobre o assunto, apresentando o cartão de vacinação comprovando o total cumprimento do esquema vacinal. Assim, a falta de registro seria uma falha no sistema. 

 

Alexandre Aleluia (DEM), Átila do Congo (Patriota), Cátia Rodrigues (DEM), Duda Sanches (DEM), Ireuda (REP), Julio Santos (REP), Marcelle Moraes (DEM) e Roberta Caires (Patriota) ainda aguardam o prazo considerado para o intervalo entre a segunda e a terceira dose.  Apenas Cris Correia (PSDB), especificamente, recebeu a autorização nesta quinta.

 

Os outros integrantes do Legislativo já estão imunizados, segundo indicam os registros de vacinação da pasta municipal da Saúde. A relação de imunizados inclui Anderson Ninho (PDT), André Fraga (PV), Carlos Muniz (PTB), Cláudio Tinoco (DEM), Edvaldo Brito (PSD), Emerson Penalva (Podemos), Fábio Souza (SD), Geraldo Júnior (MDB), Helio Ferreira (PCdoB), Isnard Araújo (PL), Leandro Guerrilha (PL), Marcelo Maia (PMN), Maria Marighella (PT), Marta Rodrigues (PT), Maurício Trindade (MDB), Orlando Palhinha (DEM), Ricardo Almeida (PSC), Sabá (DC), Sílvio Humberto (PSB), Suíca (PT) e Téo Senna (PSDB).

 

Na sessão de reabertura dos trabalhos da 19ª legislatura, nesta quarta-feira (2), Tinoco e Henrique Carballal participaram da sessão através de videoconferência, após serem diagnosticados com o coronavírus.