A Polícia Civil encontrou na tarde desta quinta-feira (13) o corpo da jovem de 22 anos que desapareceu depois de ligar para o pai e contar que tinha sofrido um acidente no interior de São Paulo.

Segundo a polícia, o corpo de Kathia Fernandes Oliveira foi encontrado dentro do Rio Novo, a cerca de 500 metros do local onde o carro dela havia sido localizado na terça-feira (11). O local fica entre Águas de Santa Bárbara e Iaras (SP).

Investigação

O delegado Omar Zedan Vieira, responsável pelas investigações, contou que o corpo estava enroscado no rio, em estado avançado de decomposição. Ele foi retirado pelos bombeiros e encaminhado pela funerária à delegacia de Iaras e, depois, ao Instituto Médico Legal (IML) de Avaré.

Durante a manhã, a Polícia Civil ouviu o rapaz de Iaras com quem Kathia iria se encontrar antes de desaparecer e também o ex-namorado dela, de Manduri. No entanto, o delegado ressaltou que eles não são considerados suspeitos.

Além dos depoimentos, a polícia também está analisando imagens de câmeras de segurança para esclarecer o caso. Um vídeo gravado pela câmera de um posto de combustíveis em Manduri mostra que a jovem parou para abastecer o carro momentos antes de desaparecer.

No vídeo, é possível ver que um carro vermelho entra no estabelecimento às 21h48 de segunda-feira (10) e para ao lado da bomba. Segundos depois, a motorista é atendida e aparenta estar sozinha no veículo.

Segundo a polícia, não é possível considerar exatamente o horário da câmera de segurança do posto de combustíveis. Funcionários do posto disseram que era Kathia no veículo e que ela costumava abastecer no local. Segundo eles, ela passou pelo posto por volta das 20h30.

A família informou que às 20h49, a jovem fez uma ligação para o pai, contando que tinha sofrido um acidente. À polícia, a família disse que a ligação estava ruim e que não conseguiu retornar a chamada.

Buscas

Por conta disso, parentes começaram a fazer buscas e entraram em contato com amigos da jovem, mas não tiveram sucesso.

O desaparecimento de Kathia foi registrado na terça-feira (11) e, por volta das 18h, o carro dela foi encontrado dentro do Rio Novo, às margens da Rodovia Vicinal Jair Gilberto Campaneti. Outro vídeo mostra o veículo sendo retirado do rio pelos bombeiros

Desaparecimento

Segundo o boletim de ocorrência, a jovem, que morava em Óleo, disse à família que iria dar uma volta na noite de segunda (10) e logo retornaria para casa. Pouco tempo depois, o pai recebeu a ligação da filha contando que tinha sofrido um acidente.

“Um morador de Iaras disse que tinha marcado um encontro com Kathia, mas que ela não tinha aparecido. Ele até mostrou uma mensagem que Kathia enviou para ele, dizendo que estava abastecendo o carro e logo chegaria”, contou Thaimara Souza, irmã da jovem.

Thaimara contou ao g1 que foi até o posto de combustíveis onde a família costuma abastecer, em Manduri, e que funcionários confirmaram que Kathia passou pelo local.

"Fizemos o possível percurso e vimos que, perto da ponte, havia uma cerca estourada e que o palanque estava com marcas de tinta vermelha, a mesma cor do carro de Kathia. Meu coração ficou apertado. Perto do rio, meu esposo encontrou a placa do carro e mergulhou para ver se encontrava alguma coisa. Então, chamamos a polícia e o Corpo de Bombeiros, que tiraram o carro."

O Corpo de Bombeiros de Avaré informou que fez buscas na quarta, mas não encontrou ninguém dentro do carro ou às margens do rio. Nesta quinta, as buscas foram retomadas pela Polícia Civil.

A Polícia Civil de Águas de Santa Bárbara informou que está investigando o caso, com apoio das equipes de Óleo, Manduri e Iaras. Foi feita perícia no local em que o carro foi encontrado e as equipes trabalham com várias linhas de investigação.

Segundo o delegado, a polícia também pediu a quebra de sigilo telefônico da jovem, mas o celular dela não foi encontrado.

Fonte: G1