Um novo tremor de terra foi registrado em Jacobina na manhã deste sábado (29), às 7h37. O abalo, de magnitude preliminar calculada em 2.4, foi captado pelos sismógrafos do Laboratório Sismológico (LabSis) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). 

Uma moradora da localidade de Jabuticaba, na zona rural de Jacobina, garante ter sentido a casa tremer. Assustada, ela fez um relato em áudio contando o que testemunhou. A fala dela circulou pelas redes sociais e mais uma vez causou preocupação em moradores. A mulher fez a gravação antes mesmo do anúncio do laboratório, e descreveu o horário com exatidão.

"Gente, eu ainda tô com o corpo me tremendo agora, porque eu pensei que a casa ia descer (desabar). Foi muito forte, eu disse: 'não, não é possível'. Mas agora eu vim olhar no grupo pra ver se alguém também tinha ouvido alguma coisa. O forro do teto sacodiu tudo, tudo, tudo (...) Meu pai do céu, misericórdia, tô com uma dor de cabeça (sic)", relatou.

O LabSis monitora e divulga as atividades sísmicas que ocorram em toda a região Nordeste do Brasil, porém não define as causas dos eventos. Ao Jacobina Notícias, o geofísico da UFRN, Eduardo Menezes, já explicou que é preciso "um monitoramento local" para se determinar as causas.

Jacobina Notícias - O seu portal de informações