O apresentador da TV Bandeirantes José Luiz Datena confirmou, nesta sexta-feira (14), que deixará o programa “Brasil Urgente” para disputar uma vaga no Senado. O jornalista, no entanto, não informou por qual partido concorrerá.

A decisão foi revelada durante o programa, onde Datena recebeu o apresentador Faustão. Questionado pelo ex-astro da Globo, Luiz confirmou a candidatura.

“Vou, vou ser”, respondeu Datena. “Candidato ao Senado. Eu não posso falar mais nada porque senão me ferram, mas isso [candidatura] com certeza, isso eu cravei”, afirmou.

O jornalista também disse ter “levado uma rasteira” com a criação do União Brasil a partir de uma fusão do DEM com o PSL. A sigla de Luciano Bivar chegou a anunciar seu nome como pré-candidato à disputa para a Presidência da República neste ano.

“Cara, me deram uma rasteira pra presidência da Republica. Me disseram: ‘Olha, você vai lá e fala que você é candidato à Presidência, ‘Sou candidato à Presidência, vou ganhar, vou ser presidente…’. Depois os caras fizeram uma fusão e eu me fusão”, disse.

Em novembro, Datena anunciou sua saída do PSL para integrar a sigla de Gilberto Kassab, PSD.

Essa não é a primeira vez que o apresentador decide disputar um cargo público na política. Em 2016, Datena filiou-se ao PP, mas desistiu de tentar concorrer à prefeitura de São Paulo. Dois anos depois, em 2018, Datena mais uma vez desistiu de disputar o Senado pelo DEM, 12 dias após anunciar a pré-candidatura. Em 2020, no MDB, ele foi cogitado a ser o vice na chapa encabeçada por Bruno Covas (PSDB) em novas eleições para a prefeitura da capital paulista.

Congresso em foco