Um grupo formado por aproximadamente 12 homens usando uma caminhonete W4 e dois picapes, uma Nissan Frontier e um Fiat Toro, promoveram muito terror quando chegaram por volta das 02h da madrugada deste domingo, 05/12/2021, atirando para todo lado na Praça Antônio Conselheiro, a principal da cidade de Crisópolis, município localizado no território Litoral Norte e Agreste Baiano.

O objetivo do bando era intimidar os moradores e demonstrar poder de fogo a guarnição policial composta por quatro policiais que estavam de plantão.

Depois de conseguir assustar a população com a quantidade de disparos de armas de fogo, o grupo se dividiu, uma parte seguiu para a Praça Rodolfo Dantas, onde fica as agências dos bancos do Brasil e Bradesco, começando uma série de explosões. Segundo informações de um morador próximo do cenário onde tudo aconteceu e que pediu para não ser identificado no Calila, dois homens permaneceram na Praça Antônio Conselheiro como forma de guarnecer o restante do grupo que colocava as dinamites nas agencias, inicialmente no Bradesco. “Foram cinco explosões. A primeira e a segunda não foram tão fortes, mas a terceira, quarta e quinta foram bem violentas, acredito que tenham sido aquelas para explodir os cofres, e as primeiras para derrubar as paredes para terem acesso aos cofres do Bradesco”, contou o morador.
 Ele disse também que a agencia do Banco do Brasil foi à última a ser explodida, aproximadamente dez minutos depois. Durante toda operação, além dos dois homens da Praça da Igreja, outros dois ficaram observando às ruas de acesso ao local onde ficavam as agencias. “Ao final podemos ouvir daqui de casa a voz de um homem que gritava: “P****, p****. Não peguem os do chão não (cédulas). Queremos os volumes. Enquanto outros dois carregavam três sacos brancos, provavelmente com o dinheiro do Bradesco”, relatou.

Ainda de acordo o morador, sua preocupação maior era proteger a família e disse ao CN que não conseguiu vê as pessoas, apenas ouviu toda situação. “Isso tudo levou um bom tempo, ou seja, entre 40 minutos e 01h”, concluiu.

A agência do Banco do Brasil funcionava na cidade sem numerário (cédulas), isto por conta de outras investidas criminosas. As agências ficam próximas da sede da Prefeitura, Câmara de Vereadores e do Hospital Municipal.

A fuga do bando que aconteceu por uma estrada vicinal que liga a cidade de Crisópolis a uma localidade conhecida por Granja, no município de Inhambupe, os criminosos levaram dois moradores de refém, mas abandonaram logo em seguida e ninguém ficou ferido na ação.
A picape Nissan Frontier foi abandonada na proximidade da comunidade Jenipapo, muito provavelmente por furar o pneu dianteiro.


Fonte: CN