Leitos de UTI para COVID estão com 100% de ocupação em Juazeiro, nesta quarta (3), alerta Coordenador de Saúde Pedro Alcântara

 

Em entrevista concedida hoje ao radialista Geraldo José e a redeGN, o coordenador Regional de Saúde Pedro Alcântara, alertou a população de Juazeiro e região para a necessidade urgente de cuidados em relação à covid-19, diante da aumento dos casos da doença na região.

De acordo com Pedro Alcântara, em pelo menos dois hospitais de Juazeiro, o Hospital Regional e a Pro-Matre, dados de 13h desta quarta-feira (3), apontam que as UTIs já estariam com 100%de ocupação.

O momento já é um pouco preocupante, porque já estamos com a nossa taxa de ocupação hospital de leitos de UTI na região em torno de 50% ou um pouco mais e no caso específico de Juazeiro, tanto o Hospital regional de Juazeiro, como a Pro-Matre, nós estamos com 100% de ocupação de leitos de UTI, dados de hoje, uma hora da tarde”, alertou.

Pedro Alcântara manifestou preocupação com o quadro que vem se estabelecendo e pediu a colaboração da população no sentido de se proteger, adotando as medidas de higienização, uso de máscaras e evitar aglomerações: “É preocupante. É importante a população colaborar, porque senão será obrigado que as autoridades tomem novamente as medidas restritivas que causaram grande estresse na população. È preciso entender que a pandemia continua, a pandemia não acabou e há necessidade de seguir rigorosamente todos os protocolos”, lembrou.

O coordenador de saúde lembrou que as campanhas de vacinação continuam em prática, incluindo a informação de que já estão sendo ultimado preparativos para vacinar crianças em idade de 5 a 11 anos, lamentando que apesar de todo esforço muitas pessoas ainda não tenham tomado sequer a primeira dose: “É importante que a população entenda e colabore, que a pandemia continua, que nós vamos continuar vacinando  e é incompreensível  como tem gente que ainda não tomou a primeira dose, gente que não voltou para tomar a segunda dose. Os dados de internamento provam que a maioria dos que estão internados em leitos de UTI, em leitos intermediários, são pessoas que não tomaram a vacina. Aqueles que falam contra a vacina é porque realmente defendem a morte, só pode ser, pois é incompreensível que alguém queira dizer que a vacina não tem sido a ferramenta mais adequada, mais importante no combate e enfrentamento da Covid”, destacou.

Da redação redeGN
Compartilhar Google Plus

Autor emcimadanoticia

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Editá-lo digitando o texto no html .

Postagens Relacionadas

0 comentários :

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial