Da cadeia, chefão do tráfico teria ordenado morte de vereador de Candeias; mulher é presa com R$26 mil

 

Uma operação da 10ª Companhia Independente da Polícia Militar com os apoios da Rondesp RMS, Cipe Polo e TOR, iniciada na noite de sexta-feira (13/08) e concluída na manhã deste sábado, resultou na prisão de pessoas acusadas de tráfico de drogas, na cidade de Candeias, região metropolitana de Salvador (RMS).

De acordo com a fonte do Informe Baiano, as guarnições em incursões no bairro do Santo Antônio localizaram o gerente do tráfico da região, conhecido como “Juninho”. O homem é cunhado do traficante “Natan”, que lidera a venda de entorpecentes no município e cumpre pena em um presídio. “Juninho” estava com farta quantidade de drogas.

Em seguida, as equipes localizaram a mulher de prenome Jéssica, mulher de Natan e apontada como responsável pela movimentação financeira do grupo. Questionada, ela entrou em contradição e levou os policiais até sua residência, onde foi encontrado um tablete de maconha e a quantia de R$ 26.675,00 (vinte e seis mil seiscentos e setenta e cinco reais).

A fonte do IB relata ainda que a mulher teria afirmado que seu marido seria o responsável por mandar matar o vereador André Luiz Ferreira de Araújo (PP), conhecido como Júnior CCA, 38 anos. O parlamentar foi atingido por tiros quando estava em um bar, em 24 de janeiro desse ano, no bairro Sarandi.

A investida que prendeu “Juninho” e “Jéssica” apreendeu também dezenas de pedras de crack, dolões de maconha e papelotes de cocaína, além de cartões de banco, 3 celulares e uma identidade falsa.


Compartilhar Google Plus

Autor emcimadanoticia

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Editá-lo digitando o texto no html .

Postagens Relacionadas

0 comentários :

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial