Capim Grosso: Família de caminhoneiro assassinado em bar do km 02 pede justiça

 

Segundo informações, no último sábado Amarildo saiu da cabine de veículo e foi até um bar do outro lado da BR, no local estava acontecendo uma discussão onde um homem tentava agredir uma mulher. O caminhoneiro interferiu impedindo as agressões.

 

O acusado saiu revoltando e deferindo ameaças de morte contra Amarildo, que permaneceu no local sendo em seguida atingido no peito com uma facada. Após cometer o crime, o agressor sumiu sem deixar pistas. Agora a polícia investiga o caso.

Os filhos da vítima, Gabriel e Gabrielly chegaram por volta de uma hora da manhã em Capim Grosso, acompanhados de um tio e uma tia em uma van de uma empresa funerária, que iriam se dirigirem até o necrotério da cidade de Jacobina, para retirada do corpo e translado até a cidade de Araranguá-SC, onde vai acontecer o sepultamento. Serão mais de 72 horas de viagem.

Em entrevista à Rádio Contorno FM Gabriel pediu que a população passe informações já que muitas pessoas presenciaram o fato e sabem quem foi o assassino.

A família clama por justiça, pois se tratava de um pai de família trabalhador que saiu de sua casa para trabalhar e colocar a comida na mesa dos seus filhos.

Fonte: Rádio Contorno FM

Compartilhar Google Plus

Autor emcimadanoticia

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Editá-lo digitando o texto no html .

Postagens Relacionadas

0 comentários :

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial