CPI define data para depoimentos de Queiroga, Mandetta, Teich e presidente da Anvisa

 

CPI define data para depoimentos de Queiroga, Mandetta, Teich e presidente da Anvisa
Foto: Fábio Rodrigues / Agência Brasil

Os senadores integrantes da CPI da Pandemia definiram na manhã desta quinta-feira (29) a convocação do atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e os ex-ministros da Luiz Henrique Mandetta, Nelson Teich e Eduardo Pazuello, para prestarem depoimento. Outra figura que deverá prestar esclarecimentos é o diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antônio Barra Torres.

 

A Comissão vai investigar e levantar informações sobre possível responsabilidades e omissões do governo federal na condução da crise sanitáia da Covid-19, e também a aplicação de recursos federais destinados ao enfrentamento da pandemia por parte de governadores. 

 

A sessão já definiu data para que cada depoimento ocorra. Os ex-ministros Mandetta e Teich serão os primeiros ouvidos, os depoimentos foram marcados para a terça-feira (4 de maio);em seguida prestará depoimento Eduardo Pazuello, previsto para a quarta-feira (5); e na quinta-feira (6) será a vez de Marcelo Queiroga e Barra Torres.

 

Durante a sessão, o relator da CPI, senador Renan Calheiros (MDB-AL), apresentou um pedido de compartilhamento de informações da CPI das Fake News que tratam sobre a pandemia.

 

O senador Marcos Rogério (DEM-RO), vice-líder do governo no Congresso, apresentou um requerimento para que o governador da Bahia, Rui Costa (PT), seja convocado a depor (leia mais aqui). Além do petista baiano, ele quer a convocação dos governadores de São Paulo, João Doria (PSDB), do Amazonas, Wilson Lima (PSC), e do Pará, Helder Barbalho (MDB).

Compartilhar Google Plus

Autor emcimadanoticia

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Editá-lo digitando o texto no html .

Postagens Relacionadas

0 comentários :

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial