Sesab reservou metade das doses para evitar falha na imunização; Salvador foi exceção

 

Sesab reservou metade das doses para evitar falha na imunização; Salvador foi exceção
Fotos: Mateus Pereira/ GOVBA

Das pouco mais de 376 mil doses da CoronaVac disponibilizadas pelo Ministério da Saúde para a Bahia, metade delas ficaram armazenadas na Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab). A iniciativa tenta coibir eventuais erros na aplicação do imunizante, que precisa ser dividida em duas doses. A única exceção foi Salvador, que recebeu cerca de 45 mil doses, referentes as duas etapas para garantir a imunização da população.

 

De acordo com informações obtidas pelo Bahia Notícias, condições de segurança e de armazenamento justificam a iniciativa de reservar o equivalente a segunda dose dos municípios do interior da Bahia. Com a iniciativa, após 14 dias da primeira aplicação, a Sesab vai encaminhar o restante das doses disponibilizadas para cada cidade baiana.

 

Com apenas 6 milhões de doses disponíveis para todo o Brasil, o número destinado para cada município ficou bastante restrito. Nessa primeira etapa do Plano Nacional de Imunização, há um foco em imunizar profissionais de saúde que atuem na linha de frente do combate à Covid-19, bem como idosos em asilos e instituições de longa permanência. No entanto, as doses já recebidas pelas cidades na madrugada desta terça-feira (19) equivalem apenas a metade das efetivamente destinadas a cada uma das cidades.

Compartilhar Google Plus

Autor emcimadanoticia

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Editá-lo digitando o texto no html .

Postagens Relacionadas

0 comentários :

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial