Reino Unido emite alerta após reação alérgica à vacina da Pfizer

 



09/12/2020


A Agência Reguladora dos Medicamentos e Produtos de Saúde do Reino Unido (MHRA, sigla em inglês) aconselhou, de forma preventiva
A Agência Reguladora dos Medicamentos e Produtos de Saúde do Reino Unido (MHRA, sigla em inglês) aconselhou, de forma preventiva, que pessoas com um histórico significativo de reações alérgicas não recebessem, que pessoas com um histórico significativo de reações alérgicas não recebessem a vacina contra a Covid-19 da Pfizer/BioNTech. Isso inclui reações a medicamentos, alimentos e vacinas. O fato ocorreu após duas pessoas com um histórico de alergias terem reagido negativamente à vacina. As informações foram divulgadas pelo Business Insider.

As pessoas que sofreram as reações foram membros do Serviço Nacional de Saúde (NHS, sigla em inglês), que receberam a vacina nesta terça-feira (8), e desenvolveram sintomas de “reação anafilactóide” pouco tempo depois. Ambos têm um “forte histórico de reações alérgicas” e se recuperam bem das reações. As autoridades ainda não disseram a que elemento da vacina as pessoas eram alérgicas.

Todas as regiões envolvidas no programa de vacinação foram alertadas e, a partir desta quarta-feira (9), todos os doentes que receberem a vacina serão previamente questionados se têm um histórico de reações alérgicas. A vacinação só deve ser realizada em instalações onde existam medidas de reanimação, acrescentou o órgão.


As pessoas que sofreram as reações foram membros do Serviço Nacional de Saúde (NHS, sigla em inglês), que receberam a vacina nesta terça-feira (8), e desenvolveram sintomas de “reação anafilactóide” pouco tempo depois. Ambos têm um “forte histórico de reações alérgicas” e se recuperam bem das reações. As autoridades ainda não disseram a que elemento da vacina as pessoas eram alérgicas. 

Todass as regiões envolvidas no programa de vacinação foram alertadas e, a partir desta quarta-feira (9), todos os doentes que receberem a vacina serão previamente questionados se têm um histórico de reações alérgicas. A vacinação só deve ser realizada em instalações onde existam medidas de reanimação, acrescentou o órgão.

 Fonte IstoÉ Dinheiro
Compartilhar Google Plus

Autor emcimadanoticia

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Editá-lo digitando o texto no html .

Postagens Relacionadas

0 comentários :

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial