TRT-BA descarta retomar atividades ainda em junho mesmo com decisão do CNJ

TRT-BA descarta retomar atividades ainda em junho mesmo com decisão do CNJ
A presidente do Tribunal Regional do Trabalho da Bahia (TRT-BA), desembargadora Dalila Andrade, decidiu que só determinará a retomada das atividades da Justiça do Trabalho no estado após o pico da pandemia do coronavírus. A decisão da desembargadora foi tomada diante da decisão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) de retomada das atividades do Poder Judiciário a partir do dia 15 de junho. A retomada das atividades no dia 15 está prevista na Resolução 322 do CNJ. 

No comunicado, o TRT informa que “não há perspectiva de retorno ainda neste mês de junho”. O TRT informa ainda que a retomada das atividades presenciais será amparada em informações técnicas, notadamente das Secretarias Estadual e Municipal de Saúde e da Vigilância Sanitária, e ouvidos a OAB e o Ministério Público do Trabalho, e, ainda, das associações de classe, como a Amatra5 e o Sindjufe. Por fim, que o restabelecimento dos serviços presenciais será feito de modo planejado, gradual e sistemático, para não colocar em risco a saúde de magistrados, servidores, terceirizados, procuradores, advogados, partes e usuários em geral. 
Compartilhar Google Plus

Autor emcimadanoticia

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Editá-lo digitando o texto no html .

Postagens Relacionadas

0 comentários :

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial