Governadores veem ministro da Saúde perdido e colapso cada vez mais próximo após reunião

Governadores veem ministro da Saúde perdido e colapso cada vez mais próximo após reunião
A reunião que aconteceu nessa quarta-feira (29) entre o novo ministro da Saúde, Nelson Teich, e os governadores não deixou uma boa impressão do sucessor de Luiz Henrique Mandetta. Ao perguntar onde os chefes dos Executivos estaduais estão comprando respiradores fora do país, Teich os fez entender que o colapso no sistema de saúde do país está cada vez mais próximo e, pior, que o governo federal não possui qualquer planejamento para mudar esse quadro.A informação é da coluna Painel, da Folha de S. Paulo, que cita um exemplo específico da Bahia. O estado afirma que precisa de 1.300 respiradores até meados de maio. No entanto, o Ministério da Saúde informa que a produção nacional dá conta de entregar 180 respiradores por semana para todo o Brasil.

O ministro admitiu que não está conseguindo efetuar as compras no exterior. Então, os governadores lhe entregaram uma lista de dicas de onde adquiriram os equipamentos da China e da Europa.

Os respiradores são considerados essenciais nos leitos de UTI destinados a pacientes com coronavírus. De acordo com números oficiais do governo federal, até a noite de quinta (30), o país possuía 85.380 casos da Covid-19 e 5.901 mortes.

Foto: Igo Estrela / Metrópoles
Compartilhar Google Plus

Autor emcimadanoticia

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Editá-lo digitando o texto no html .

Postagens Relacionadas

0 comentários :

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial