Rui alerta para cidades com casos frequentes de Covid-19: 'Risco de morrer milhares'

Rui alerta para cidades com casos frequentes de Covid-19: 'Risco de morrer milhares'
O governador da Bahia, Rui Costa, fez uma alerta para a população de municípios baianos que estão com casos frequentes de coronavírus. Segundo ele, a flexibilização do comércio e do isolamento social abre o "risco de morrer milhares" em cidades como Salvador, Feira de Santana, Ilhéus e Itabuna. O gestor do estado também destacou que cidades que já não tem casos há 14 dias podem flexibilizar as medidas."Todos nós queremos voltar ao normal. Eu, como governador, não vejo a hora. Mas os exemplos no mundo... Milão é uma das cidades mais ricas da Europa e eles tiveram a mesma ansiedade. Eles abriram tudo e apresentaram o maior volume de mortes no mundo. Justamente por não ter condições. As imagens de Manaus servem de alerta e é trister ter que escolher quem vai sobreviver e não queremos chegar nessa situação. Temos 23 de 99 com 14 dias do último caso. Essas podem flexibilizar o funcionamento. Cidades como Salvador, Ilhéus, Itabuna e Feira, acho um risco exagerado de morrer milhares. Incentivem que todos usem máscaras. Se todo mundo usar, vamos baixar rapidamente a contaminação", disse, em entrevista à Record Bahia.

Rui detalhou a reunião que teve com prefeitos da região Sul. Segundo ele, o encontro serviu para ouvir os pedidos e planejar ações para conter a proliferação da doença.

"Fizemos uma reunião com 14 prefeitos de cidades com casos para ouvir o que estão precisando e planejar as ações. Temos unidaes de atendimento em Itacaré, sexta vamos abrir uma central de atendimento em Ilhéus. Em Itabuna a UPA está atendendo a região. Queremos a mobilização de todos e que a população de Ilhéus e Itabuna fique em casa. Se não puder, saia de máscara. Já está valendo a lei estadual", alertou o governador, que indicou o trabalho para servir os hospitais com equipamentos e proteção.

"Temos distribuídos equipamentos nos hospitais. Contamos com ajuda de empresas e algumas fizeram a produção. Estamos distribuindo para todos os hospitais e para municípios com casos. Estamos fazendo isso para proteger os locais de atendimento. As pessoas precisam estar protegidas", completou.

O último boletim da Secretaria de Saúde da Bahia (sesab) indicou que o estado tem 1.504 casos confirmados da doença.
Compartilhar Google Plus

Autor emcimadanoticia

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Editá-lo digitando o texto no html .

Postagens Relacionadas

0 comentários :

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial