Com 61 anos, Geddel tem pedido de prisão domiciliar negado pelo STF

O ex-deputado federal Geddel Vieira Lima teve o pedido de prisão domiciliar negado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, na segunda-feira (30).

A defesa de Geddel justificou o pedido afirmando que, aos 61 anos e com doenças crônicas

, o condenado fazia parte do grupo de risco para o Covid-19.

Apesar da justificativa, Fachin alegou que o ex-parlamentar está em uma cela individual, além disso, medidas de proteção contra o novo coronavírus estão sendo aplicadas no presídio.

Após ser acusado de lavagem de dinheiro e organização criminosa, Geddel foi condenado a 14 anos e 10 meses de prisão. Em 2017, R$ 51 milhões foram encontrados em um apartamento em Salvador, e o dinheiro foi atribuído ao ex-deputado.

Fonte: Varela Noticias
Compartilhar Google Plus

Autor emcimadanoticia

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Editá-lo digitando o texto no html .

Postagens Relacionadas

0 comentários :

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial