Polícia registra 14 mortes no feriadão da Proclamação em Salvador e RMS


Quatorze assassinatos foram registrados pela Polícia Civil, em Salvador e na Região Metropolitana (RMS), entre sexta-feira (15) e domingo (17), feriadão prolongado da Proclamação da República. De acordo com o boletim de ocorrência da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), outras sete pessoas foram vítimas de tentativas de homicídio, contabilizando 21 ocorrências de crimes violentos nas regiões. 

Entre as vítimas fatais estão três mulheres, uma criança e um adolescente. A maioria das vítimas, 16, são do sexo masculino.

Em Salvador os casos mortes violentas aconteceram nos bairros de Uruguai, Marechal Rondon, Pirajá, Lobato, Mata Escura, São Cristóvão e Jardim Nova Esperança.  Nas cidades vizinhas os crimes ocorreram em Dias D’Ávila, Camaçari, Monte Gordo, Simões Filho e Mata de São João. As ocorrências tentadas foram registradas em Marechal Rondon, Rio Sena, Pirajá e Garcia. 

O feriadão foi marcado pela morte de uma criança de 9 anos (E.V.S.A). A menor acabou sendo morta por uma bala perdida no bairro de Marechal Rondon no último sábado (16), além dela outras três pessoas foram baleadas em tarde de terror no bairro, após uma discussão entre dois homens durante uma festa de rua.

Os crimes serão investigados pelas delegacias territoriais e pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). 

Vítimas fatais: José Mariano de Jesus (25); Larissa Conceição Alves dos Santos (21); Eliete das Neves (44); E.V.S.A (9); Luis Cláudio Assis Santos Júnior (34); Gabriel Oliveira dos Santos (19); S.P.DE.J (17); Bruno Oliveira Farias (20); Victor Hugo Freitas do Nascimento Nobre (19); Cinco homens de identidade ignorada 

Ocorrências tentadas: A.S.DA S.J. (16); Helio Santos Júnior (20); Wailson Souza Santos (29); Cláudio Souza Santos (26); Graziela Oliveira de Carvalho Souza (30); Um homem e uma mulher de identidade ignorada
Compartilhar Google Plus

Autor emcimadanoticia

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Editá-lo digitando o texto no html .

Postagens Relacionadas

0 comentários :

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial