Cajado admite distanciamento de Neto após migração de base: 'Só cumprimentos cordiais'

Cajado admite distanciamento de Neto após migração de base: 'Só cumprimentos cordiais'
Vice-líder do governo Bolsonaro no Congresso, o deputado federal Cláudio Cajado (PP) admite um distanciamento com o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), após trocar o DEM pelo PP, em 2018, para integrar a base do governador Rui Costa (PT) no estado. “Com o prefeito, de fato, nós só nos falamos depois que eu tomei a decisão uma vez em Brasília, umas duas aí no avião, uma solenidade... Só cumprimentos cordiais”, relata, em entrevista ao Bahia Notícias.

Cajado relembra que a decisão dele perpassou pela escolha do gestor soteropolitano de não entrar na briga pelo governo do estado. “O meu tempo não foi o tempo do prefeito ACM Neto”, pontua.

Dentre outros assuntos, o parlamentar indicou o intuito de presidir o PP no estado. “Quem sabe um dia. Acho que eu estou na fila”, abriu a possibilidade.

Ele também falou sobre a candidatura de Niltinho à prefeitura de Salvador, analisou a conjuntura política do governo federal sobre apoiar Rui a nível estadual e Bolsonaro no contexto nacional. 


Foto: Paulo Victor Nadal / Bahia Notícias

Leia a entrevista completa
Compartilhar Google Plus

Autor emcimadanoticia

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Editá-lo digitando o texto no html .

Postagens Relacionadas

0 comentários :

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial