CASO BEATRIZ: CHEFE DA POLÍCIA CIVIL DE PERNAMBUCO TEM ENCONTRO COM LÚCIA MOTA E SANDRO ROMILTON E FALA SOBRE PRISÃO PREVENTIVA DE ACUSADO DE APAGAR IMAGENS

Lúcia Mota e Sandro Romilton, pais da garota Beatriz Angélica Mota, assassinada em dezembro de 2015 no Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, em Petrolina, depois de participar de protestos pela manhã e acompanhar a sessão do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) que decretou nesta quarta-feira (12), a prisão preventiva de um funcionário da escola em que a menina Beatriz Angélica foi assassinada com 42 facadas, que teria apagado as imagens do circuito interno da câmera de segurança da instituição de ensino, se reuniram com membros da Polícia Civil de Pernambuco.
Na reunião estiveram presentes a Delegada Polyanna Neri, Delegado Joselito Kehrle - Chefe da Polícia Civil de Pernambuco e o Delegado Jairo Marinho do DINTER 2 (Departamento do Interior). Ao final do encontro, o Chefe da Polícia Civil Joselito Kehrle falou à imprensa.
Inicialmente ele comentou sobre a importância do Decreto da prisão preventiva de Alisson Henrique: Vídeo 1
Em seguida, o Delegado Chefe da Polícia Civil Joselito Kehrle disse das dificuldades ao longo das investigações: Vídeo 2
A Assessoria de Imprensa da Polícia Civil de Pernambuco também disponibilizou o vídeo com a imagem do momento que Alison Henrique entra na sala de monitoramento do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora.
Da Redação com informações e imagens da PC-PE
Compartilhar Google Plus

Autor emcimadanoticia

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Editá-lo digitando o texto no html .

Postagens Relacionadas

0 comentários :

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial