No governo desde FHC, PR ainda não sabe se fará parte da base de Bolsonaro


No governo desde FHC, PR ainda não sabe se fará parte da base de Bolsonaro
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

Mesmo com a possibilidade de ter um quadro seu como ministro, o senador Magno Malta, o PR ainda não sabe como vai se posicionar no Congresso em relação ao próximo presidente, Jair Bolsonaro (PSL).

Segundo o líder do partido na Câmara, Zé Rocha (PR), o partido ainda não recebeu nenhum convite de Bolsonaro para integrar a base governista.

“Não tem nada conversado a esse respeito [sobre integrar a base]. Vamos analisar as propostas, os projetos dele. Nós não sabemos como ele vai conduzir as coisas, se vai trabalhar com base, não vai. Vamos aguardar as diretrizes dele”, afirmou o republicano, em entrevista ao Bahia Notícias. 

Base nos governos dos ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso, Luiz Inácio Lula da Silva - na época como o Partido Liberal (PL) -, Dilma Rousseff e Michel Temer, seria a primeira vez que a legenda, marcada pelo comportamento fisiologista, ficaria fora de um governo, caso Bolsonaro não busque composição com a sigla. “O partido não vai discutir apoio a Bolsonaro. Se for convidado a integrar a base, aí é que vai discutir”, salientou Rocha. 

O deputado federal afirmou também que a possível indicação de Magno Malta para ministro não tem nada a ver com o PR. “Se for convidado, será pela cota pessoal do Jair Bolsonaro”, destacou.
Compartilhar Google Plus

Autor emcimadanoticia

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Editá-lo digitando o texto no html .

Postagens Relacionadas

0 comentários :

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial