PAI É SOLTO POR JUIZ E MATA FILHA APÓS DENÚNCIA DE ABUSO SEXUAL


Um homem é procurado por matar a filha de 13 anos, na madrugada desta quarta-feira (3), no bairro Mailasque, em São Roque, São Paulo. Segundo o G1, Horácio Nazareno Lucas estava preso desde julho, por estuprar a cunhada em 2012, irmã da mulher dele e que tem problemas mentais. Ao ser solto, o homem foi para casa e matou a filha, que o acusava de abuso.
De acordo com a reportagem, a polícia informou que uma viatura foi acionada para atender a uma ocorrência de violência doméstica. Quando a equipe estava à caminho, um menino de 6 anos pediu socorro, e disse que o pai havia matado a irmã.
No sítio da família, a polícia encontrou Letícia Tanzi Lucas inconsciente e ferida na sala. A estudante foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e levada à Santa Casa, mas não resistiu aos ferimentos.
Prisão
Após ser preso acusado de estuprar a cunhada, a família descobriu que a filha era abusada pelo pai e registrou um boletim de ocorrência. Mas, a defesa já tinha entrado com um pedido na Justiça para que o homem continuasse respondendo em liberdade, o que foi acatado pelo juiz.  
Nesta terça-feira, ao sair da cadeia, Horácio teria ido à casa da família e começou a discutir com a mulher sobre o motivo da denúncia. Nervoso, o homem agrediu a mulher com socos e tentou esganá-la. Ela conseguiu fugir para a casa de uma vizinha, para pedir socorro.

Na ocorrência policial consta que o suspeito trancou o filho mais novo no quarto e deu várias facadas na filha, que estava na sala. Após o crime, Horácio fugiu por um matagal.
O menino conseguiu sair do quarto e foi para a rua, onde encontrou a viatura policial.
A mãe precisou ser medicada e vai passar por exames no Instituto Médico Legal (IML) por conta das agressões. 
Compartilhar Google Plus

Autor emcimadanoticia

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Editá-lo digitando o texto no html .

Postagens Relacionadas

0 comentários :

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial