ESPORTE

Seis técnicos perderam cargos em times da Série A nos últimos 14 dias



Gilson Kleina é a 16ª troca no Campeonato Brasileiro, que começou em abril. São 21 mudanças nos clubes da elite desde janeiro, sendo que sete treinadores pediram demissão

Seis técnicos perderam cargos em times da Série A nos últimos 14 dias
A onda de demissões de treinadores na elite do futebol brasileiro atingiu marca A  impressionante na Série A. Com a queda de Gilson Kleina na Chapecoense, são seis os técnicos que perderam os cargos em clubes da divisão principal somente nas últimas duas semanas.
Desde 23 de julho, Jair Ventura (Santos), Ricardo Drubscky (voltou a ser diretor de futebol do América-MG para a contratação de Adilson Batista), Roger Machado (Palmeiras), Vágner Mancini (Vitória), Marcos Paquetá (Botafogo) e, hoje, Gilson Kleina (Chapecoense) sucumbiram à cobrança por resultados imediatos.
Em 17 rodadas do Campeonato Brasileiro da Série A (desde 14 de abril), aconteceram 16 trocas de técnicos. Desde janeiro, já são 21 mudanças (veja a lista completa abaixo).
Apenas três clubes mantêm treinadores com os quais começaram o ano. O primeiro turno do Brasileirão ainda nem acabou, e somente Odair Hellmann, Mano Menezes, Renato Gaúcho continuam nas equipes em que iniciaram 2018: Internacional, Cruzeiro e Grêmio, respectivamente.
Sete dos 21 técnicos (ou 1/3) pediram demissão do cargo: Nelsinho Baptista preferiu deixar o Sport Recife no dia 24 de abril por divergências com a diretoria; Fábio Carille trocou o Corinthians pelo Al-Wheda, em 22 de maio; Zé Ricardo pediu desligamento do Vasco no dia 2 de junho; Jorginho saiu do Ceará rumo ao Vasco no dia 4 de junho, apenas 15 dias após ter sido contratado; Abel Braga deixou o Fluminense no dia 16 de junho; Enderson Moreira trocou o América Mineiro pelo Bahia, também no dia 16 de junho; e Alberto Valentim se desligou do Botafogo rumo à Arábia Saudita no dia 19 de junho.
Nada menos que 2/3 dos profissionais (14) foram demitidos desde janeiro, sendo nove durante o Campeonato Brasileiro. Apenas sete treinadores estão no cargo há, no mínimo, quatro meses. Além de Odair, Mano Menezes e Renato Gaúcho, também continuam desde o início da Série A Mauricio Barbieri (Flamengo), Rogério Micale (Paraná), Diego Aguirre (São Paulo) e Thiago Larghi (Atlético Mineiro).
Ontem, o Botafogo apresentou Zé Ricardo, que é o quarto treinador a comandar o time de futebol alvinegro este ano - um recorde entre os 20 clubes da Série A em 2018. Ceará e América Mineiro, cada um, estão no terceiro técnico.
Trocas de técnico de clubes da Série A em 2018:
1ª - Oswaldo de Oliveira – Atlético-MG – demitido – 9/2/2018 – 2 dias após uma confusão com o repórter Leo Gomide no jogo Atlético-AC 1 x 1 Atlético-MG (Copa do Brasil) – substituído por Thiago Larghi (interino), que foi efetivado em 26/6/2018;
2ª - Felipe Conceição – Botafogo – demitido – 10/2/2018 – após Flamengo 3 x 1 Botafogo (Taça Guanabara) – substituído por Alberto Valentim em 13/2/2018;
3ª - Wagner Lopes – Paraná – demitido – 16/2/2018 (após 1 vitória, dois empates e 3 derrotas no Campeonato Paranaense) – substituído por Rogério Micale em 24/2/2018;
4ª - Dorival Júnior – São Paulo – demitido – 9/3/2018 (1 dia após Palmeiras 2 x 0 São Paulo no Paulistão) – substituído por Diego Aguirre em 11/3/2018;
5ª - Paulo Cesar Carpeggiani – Flamengo – demitido - 29/3/2018 (80 dias no cargo) – após a derrota para o Botafogo no Campeonato Carioca – substituído pelo interino Mauricio Barbieri, efetivado em 28/6/2018.
Trocas de técnico durante a Série A-2018 (a partir de 14/4/2018):
1ª - Nelsinho Baptista – Sport Recife – pediu demissão – em 24/4/2018 – 1 dia após Sport 1 x 1 Botafogo em 23/4/2018 – 2ª rodada - substituído por Claudinei Oliveira em 25/4/2018;
2ª - Marcelo Chamusca – Ceará – demitido – em 20/5/2018 – após Vitória 2 x 1 Ceará - 6ª rodada – substituído por Jorginho em 21/5/2018;
3ª - Fábio Carille – Corinthians – pediu demissão e foi para o Al-Wehda da Arábia Saudita – em 22/5/2018 - após a 6ª rodada – substituído por Osmar Loss (interino), efetivado após a Copa;
4ª - Zé Ricardo – Vasco – pediu demissão – 2/6/2018 – após Vasco 1 x 2 Botafogo – 9ª rodada – substituído por Jorginho em 5/6/2018;
5ª - Guto Ferreira – Bahia – demitido – 3/6/2018 – após Bahia 0 x 2 Grêmio – 9ª rodada – substituído por Enderson Moreira em 16/6/2018 (na parada para Copa);
6ª - Jorginho – Ceará – pediu demissão e foi para o Vasco - 4/6/2018 (ficou 15 dias no cargo, 3 jogos e 3 derrotas) – 1 dia após Ceará 0 x 1 Cruzeiro – 9ª rodada Série A – substituído por Lisca em 4/6/2018;
7ª - Abel Braga – Fluminense – pediu demissão – 16/6/2018 (na parada para a Copa) – 12ª rodada – substituído por Marcelo Oliveira em 22/6/2018;
8ª - Enderson Moreira – América-MG – pediu demissão e foi para o Bahia – 16/6/2018 (parada para a Copa) – 12ª rodada - substituído por Ricardo Drubscky em 20/6/2018;
9ª - Alberto Valentim – Botafogo - pediu demissão e foi para a Arábia Saudita – 19/6/2018 (parada para a Copa) – 12ª rodada – substituído por Marcos Paquetá em 26/6;
10ª - Fernando Diniz – Atlético-PR – demitido – 25/6/2018 (parada para a Copa) – 12ª rodada - substituído por Tiago Nunes em 26/6/2018;
11ª - Jair Ventura – Santos – demitido – 23/7/2018 – 1 dia após Chapecoense 0 x 0 Santos – 14ª rodada – substituído por Cuca em 30/7/2018;
12ª - Ricardo Drubscky – América-MG – voltou a ser diretor de futebol do clube, depois de 2 jogos com 2 derrotas – 24/7/2018 – 2 dias após Paraná 1 x 0 América-MG – na 14ª rodada – substituído por Adílson Batista em 24/7/2018;
13ª - Roger Machado – Palmeiras – demitido – 26/7/2018 – após Fluminense 1 x 0 Palmeiras – 15ª rodada – substituído por Luiz Felipe Scolari em 26/7/2018 (estreou somente a 5/8/2018);
14ª - Vágner Mancini – Vitória (BA) – demitido – 29/7/2018 – após Atlético-PR 4 x 0 Vitória-BA – 16ª rodada - ainda sem substituto;
15ª – Marcos Paquetá – Botafogo – demitido – 1/8/2018 – após Nacional (PAR) 2 x 1 Botafogo (Copa Sul-Americana) – 16ª rodada – substituído por Zé Ricardo em 4/8/2018;
16ª – Gilson Kleina – Chapecoense – demitido – 6/8/2018 – 1 dia após Sport Recife 1 x 1 Chapecoense – 17ª rodada – substituído por Guto Ferreira em 7/8/2018.
Compartilhar Google Plus

Autor emcimadanoticia

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Editá-lo digitando o texto no html .

Postagens Relacionadas

0 comentários :

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial