Caso Beatriz Angélica: Delegada interroga três pessoas e pode ocorrer prisão a qualquer momento

BEATRIZ
Na manhã de terça-feira (17), as novidades sobre o assassinato da garota Beatriz Angélica pegou a população petrolinense de surpresa. O caso que agora está sob a investigação da Coordenadora da DINTER II, a delegada Polliana Nery, já teve algumas reviravoltas.
De acordo com o repórter Evanilson Barbosa, da Rádio Petrolina FM, a Polícia Civil está trabalhando em sigilo e na manhã de hoje (17), três pessoas, que não tiveram os nomes revelados, foram interrogadas pela Delegada. A qualquer momento pode ocorrer prisões de suspeitos ligados ao crime.
.
Petrolina FM
Compartilhar Google Plus

Autor emcimadanoticia

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Editá-lo digitando o texto no html .

Postagens Relacionadas

0 comentários :

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial