Criança de 7 anos morre em buraco de obra para construção de esgoto em Caldeirão Grande

Foto: Divulgação


Redação: Calila Notícias

A população de Caldeirão Grande, de modo especial os moradores do bairro Manoel Enedino Gama, conhecido como Portelinha lamentam a morte do garotinho Lauan Jesus Santos de apenas 7 anos de idade, vítima de afogamento no último domingo, 18, depois de cair dentro de um buraco cheio de água de esgoto da comunidade.
Segundo o pai da criança Ailton Neres dos Santos,28 anos, Lauan era seu único filho e desapareceu durante a tarde de domingo e só foi encontrado por volta das 18h depois que um morador teve a ideia de entrar no buraco que fica no mesma rua onde mora e encontrou o corpo da criança submerso.

Ainda de acordo com Ailton, a Prefeitura mandou fazer a escavação para iniciar a obra de esgotamento sanitário do Conjunto Habitacional composto por mais de 300 casas há cerca de 20 dias, e não se atentou para o perigo que oferecia não colocando nenhuma sinalização em uma rua de grande movimento. "Perdi meu único filho pela negligência da Prefeitura. Quando foi aberto o buraco as pessoas já alertavam para o perigo, inclusive publicaram vídeo e fotos em redes sociais chamando atenção do prefeito, mas de nada adiantou, precisou meu filho morrer para mandarem uma equipe vir aqui fazer a retirada da água e só após isso colocaram uma tela”, protestou o pai da criança.

Neres disse que não vai cruzar os braços diante disso e vai até o Ministério Público fazer a denuncia,” Não vai trazer meu filho de volta, mas também quando alguém for responsabilizado terá mais cuidado e outras famílias não sofrerão o que estou sofrendo”, afirmou.

O sepultamento do garotinho aconteceu no fim da tarde de segunda-feira (19)
Compartilhar Google Plus

Autor emcimadanoticia

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Editá-lo digitando o texto no html .

Postagens Relacionadas

0 comentários :

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial