ASSASSINATO DE BEATRIZ: DOIS ANOS E UM MÊS SEM A JUSTIÇA DAR UMA RESPOSTA À SOCIEDADE


Dia 10 de janeiro de 2018: dois anos e um mês do assassinato da menina
 Beatriz e sem uma solução, sem uma resposta. A Secretaria de Defesa 
Social anunciou mês passado que a delegada Polyanna Néry assumiria 
o caso do assassinato da menina Beatriz Angélica, que aconteceu no 
dia 10 dezembro de 2015, na Escola Maria Auxiliadora de Petrolina.
 As investigações estavam sendo conduzidas ano passado pela delegada
 Gleide Angêlo, que deixou o caso.
O secretário de Defesa Social de Pernambuco, Antônio de Pádua, creditou
 a delegada Pollyanna Néry uma longa experiência em casos de 
homicídio e  "daria continuidade as investigações para se encontrarem 
o responsável e levá-lo a justiça", afirmou.
A delegada, segundo informações, trabalha em conjunto com a inteligância 
que fica baseada em Recife. Segundo os dados o processo é constituído 
de 16 volumes, o inquérito, mais de 16 suspeitos que já foram confrontados
 com as provas. Foram mais de 1 milhão de acessos às imagens que foram 
divulgadas do suspeito e  uma imagem do suspeito. A arma do crime apreendida.
Antônio de Pádua diz que esse é o único crime de grande repercussão em 
Pernambuco que ainda não tem solução. "Temos que encontrar o suspeito,
 prendê-lo e levá-lo a justiça".
Há dois anos e um mês da morte da menina Beatriz são muitos os 
questionamentos: “A brutalidade aconteceu dentro de uma escola católica 
com quase noventa anos de tradição na região. A escola é sempre um 
local em que confiamos os nossos filhos, um local em que sempre esperamos 
ser seguros para eles. Não foi um crime cometido em uma mata, uma rua,
 foi dentro de uma escola no centro da cidade com câmeras e ninguém viu 
nada? Ninguém sabe de nada? Exigimos uma resposta, pois tem uma 
pessoa, um grupo, que nós não sabemos, mas são muito perigosos e estão 
soltos, impunes. A minha família foi vítima, a minha filha, quem será o 
próximo? Não temos suspeitos, não sabemos a motivação para tamanha
 brutalidade. Não há explicação”.
Redação blog Foto: Ney Vital
Compartilhar Google Plus

Autor emcimadanoticia

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Editá-lo digitando o texto no html .

Postagens Relacionadas

0 comentários :

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial